Centros Culturais, Teatros e Museus

Museu Histórico Geográfico de Poços de Caldas

Bem Cultural Tombado

Foto: Rossmaly Borges

O prédio onde está localizado o museu foi construído no final do século XIX (término em 1898) para residência de Martinico Prado Júnior, o edifício da Vila Junqueira possui grande valor arquitetônico.
Sua denominação de “Vila” é uma referência à típica arquitetura civil italiana do século XVII, de localização campestre, quando o domínio da natureza significava a afirmação do poder absolutista. Mesmo antes do período barroco, as “vilas” já constituíam um importante referencial de arquitetura, como demonstram as inúmeras vilas de Palladio, no Veneto. O edifício adquirido pelo Major Joaquim Bernardes, o fundador da cidade, torna-se a residência dos Junqueira durante as duas primeiras décadas deste século. Nos anos 40 se transforma em hospedaria, nos 60 em escola.
O Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas foi inaugurado em 1972 em comemoração ao centenário da cidade, funcionando no Country Club. Em 1996 ele foi transferido para a Vila Junqueira.
O acervo compreende:
- Quadros a óleo ou aquarelas: mostrando personagens e aspectos antigos da cidade, pintados pelos principais artistas poços-caldenses como Bruno Felisberti, De Luisi, Benedito Luisi, Aldo Stoppa, Pantaleão Stanziola, Edilson Barbosa, Nackle Curi, Gonçalves Barbosa e outros;
- Coleção e porcelanas inglesas e francesas do inicio do século XX;
- Moedas e papeis moeda do Brasil Império e República até nossos dias;
- Acervo fotográfico construído por mais de 4000 fotografias de personagens e visitas da cidade, desde 1880;
- Hemeroteca composta por jornais de Poços de Caldas, desde 1898 até os dias atuais;
- Vestimentas antigas, peças de toalete: chapéus e leques, assim como objetos de prata usados nas residências (talheres, fruteiras, poncheiras, e outros);
- Armas Brancas (punhais, espadas) e de fogo (espingardas), e outras;
- Objetos de uso caseiro e artesanato folclórico.
- Exposição Permanente: Rochas e Minérios do Planalto de Poços de Caldas

Endereço: Rua Padre Henry Mothon, s/n.
Telefone: (35) 3697-2197
Horário de visitação: de terça a sexta, das 12h às 18h. Sábados: das 12h às 18h e domingos das 8h às 12h.

 

Memorial Padre Carlos

foto: Paulo Tothy

O Memorial Padre Carlos foi criado em 2003 com o objetivo de resgatar a memória da Escola Profissional Dom Bosco e de seus fundadores. Ele possui acervos de documentação fotográfica, textual, objetos e relatos orais. Esses acervos são preservados e disponibilizados para pesquisas. No Memorial é realizada, ainda, a Ação Educativa que visa a interação dos visitantes no universo museológico, através de atividades lúdicas que possam valorizar e enriquecer culturalmente todos os envolvidos. A Casa Museu, antes pertencente a co-fundadora da Escola Profissional Do Bosco, fica ambientada para visitação e, durante todo o ano, expõe seu acervo através de exposições temporárias. Os acervos do Museu, depois de catalogados e conservados, são guardados e disponibilizados para consultas e pesquisas de educandos e da comunidade.

Endereço: Av José Remígio Prézia, 911, Bairro Santana.
Telefone: (35) 3729-0008

Museu do termalismo Dr. Aristides de Mello e Souza

O Museu do Termalismo Dr. Aristides de Mello e Souza está localizado em uma das salas das Thermas Antônio Carlos, juntamente com a biblioteca. Foi inaugurado durante as comemorações dos 60 anos do balneário, em 1991. A exposição é composta por objetos antigos que eram utilizados para tratamentos crenoterápicos e fisioterápicos, de propriedade das Thermas Antônio Carlos, além de peças doadas por terceiros. O museu é o único neste segmento conhecido no Brasil.

Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n.
Telefone: (35) 3697-2317
E-mail: thermas@pocosdecaldas.mg.gov.br
Horário de visitação: Terça a sábado, 7h às 12h e 14h às 20h. Domingo, 8h às 12h

 

Biblioteca Centenário

A Biblioteca foi fundada em 1944 pelo Prefeito Dr. Joaquim Justino Ribeiro. Em 26 de setembro de 1972 foi recriada (Lei 2018) com denominação “Biblioteca Municipal Centenário”, em homenagem ao Centenário de Poços de Caldas.
Foi transferida para o Complexo Cultural da Urca em 1996 na busca de melhores acomodações para os livros e mais espaço para o atendimento para o público. Hoje, possui um acervo de 35 mil livros.
De janeiro a novembro de 2009, foram emprestados 9091 livros de literatura, 1551 de literatura infantil e infanto-juvenil, 2652 de livros didáticos e 997 periódicos na Biblioteca Centenário, uma média de aproximadamente 1.300 empréstimos mensais, muito superior à média nacional (232).

Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/n (Espaço Cultural Urca)
Telefone: (35) 3697-2199
Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 8h às 19h.

Biblioteca Júlio Bonazzi

Fundada pelo Prof. Júlio Bonazzi em 1978. As obras foram planejadas e executadas na administração do prefeito Sebastião Pinheiro Chagas, sendo o Secretário de Obras, o Engenheiro Gustavo Zarif Frayha e projetista, a arquiteta Welma Dinah Danza Vilela. Perfil do público visitante: os visitantes são na maioria estudantes de escolas estaduais, universitários, turistas e aposentados.

Endereço: Praça Tiradentes, s/n – Monjolinho.
Telefone: (35) 3697-2198
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h.

 

Biblioteca Pública Manuel Francisco Costa Guimarães

A Biblioteca Comunitária da Região Sul foi ativada em maio de 2004 e desde então realiza trabalho de formação de leitores e divulgação do espaço cultural na comunidade.
Em agosto de 2009, em homenagem ao fundador da Academia Poços-caldense de Letras, a biblioteca da Região Sul passou a ser designada Biblioteca Pública Manuel Francisco Costa Guimarães.
A biblioteca, além das consultas internas, oferece o serviço de empréstimo de material circulante (livros, revistas, VHS e DVD), contação de histórias, apresentações culturais, exposições, entre outras atividades.

Endereço: Av. Jaçanã Musa dos Santos, 270 – COHAB
Telefone: (35) 3697-2074
E-mail: aabpmpc@gmail.com
Horário de atendimento: segunda a sexta das 08h às 17h

 

Espaço Cultural da Urca

Bem Cultural Tombado

Foto: Rossmaly Borges

O antigo Cassino da Urca, inaugurado em 1942, foi uma das mais importantes casas de jogos do país, recebendo em seus espaços de arquitetura marcante os mais renomados artistas daquela época. Sua construção se constitui de um belo exemplar da arquitetura eclética brasileira. Amplos salões com pisos em tacos de madeira, provavelmente em ipê e marfim. Apresenta jogo de telhados que forma volumetria destacada. Esquadrias em madeira, em grandes vãos e repetições simétricas. Apresenta sancas em gesso com iluminação embutida, nos tetos dos salões norte e sul, bem como no hall da recepção. Varandas circundam o edifício com arcos nos vãos.
Com a proibição do jogo, o edifício passou a ser ocupado para usos diversos. Na década de 60, abrigou a primeira faculdade de Poços de Caldas; na década de 70, transformou-se no centro Administrativo Municipal e, em meados dos anos 80 firmou sua utilização como espaço cultural, sediando as atividades do Conservatório Musical, do Teatro Municipal Benigno Gaiga e do Salão de Artes Bruno Filisberti. Esta utilização se consolida a partir da conclusão da obra de restauro realizada em 1996, adaptação e revitalização, vindo a abrigar em caráter definitivo Espaço Cultural da Urca.

Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/n
Telefone: (35) 3697-2391
E-mail: cultura@pocosdecaldas.mg.gov.br
Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 8h às 18h

Instituto Moreira Salles | Casa da Cultura

Foto: Rossmaly Borges

Fundado por Walther Moreira Salles (1912-2001) e mantido pelo Unibanco, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos, criada em 1990, que tem por finalidade exclusiva a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Cinco são as suas principais áreas de atuação: fotografia, literatura, cinema, artes plásticas e música brasileira.
Primeiro centro cultural do Instituto Moreira Salles, o IMS-Poços de Caldas foi aberto em agosto de 1992. É constituído por um moderno pavilhão, com mais de 1.000 m2 de área expositiva, e pelo Chalé Cristiano Osório, imóvel centenário de grande valor histórico, que foi inteiramente restaurado e abriga exposição permanente sobre a história da cidade, além de uma cafeteria.

Endereço: Rua Teresópolis, 90. Jardim dos Estados
Telefone: (35) 3722-2776
Site: www.ims.com.br | e-mail: ims@ims.com.br
Horário de funcionamento: terça a domingo, 13h às 19h