Campanha de prevenção contra a Sífilis é realizada na Praça Dom Pedro II

AÇÃO SÍFILIS

Ação incluiu teste rápido, com resultado em poucos minutos

Quem passou pela Praça Dom Pedro II, a Praça dos Macacos, na tarde desta quarta, 11, pôde dedicar alguns minutinhos à própria saúde. Panfletagem, orientações, realização de teste rápido e a distribuição de preservativos feminino e masculino fizeram parte da ação de abordagem que tem o objetivo de prevenir contra a Sífilis, Infecção sexualmente transmissível, cujo contágio se dá principalmente por relações sexuais sem preservativo, mas também por transfusão de sangue ou contato direto com sangue contaminado. “Pelo aumento considerável do número de casos, a gente percebe que as pessoas não estão se prevenindo. O início da vida sexual cada vez mais cedo também contribui para esse quadro e exige cuidados”, alertou a enfermeira Dirce Tomoko Hara Soares, coordenadora do Programa Municipal DST/AIDS.

 
Em Poços, em 2015 foram diagnosticados 44 casos; em 2016, 54; e este ano, até o início de outubro, 91 novos casos. Pelos dados é possível afirmar que no município, a infecção atinge mais os homens, especialmente na faixa etária dos 21 aos 30 anos. Sem tratamento, pode causar lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares, neurológicas e até a morte. No caso da sífilis congênita, o contágio é por  via vertical da gestante para o filho e pode causar má formação no feto. Os efeitos incluem alterações ósseas, surdez neurológica, dificuldades no aprendizado e retardo mental. “A doença não tem sintomas. O tratamento é medicamentoso, é simples, está disponível no SUS e leva à cura”, explicou Dirce.

 
A ação teve a participação de alunos e professores do curso de Enfermagem da Faculdade Pitágoras. “Educação e Saúde devem sempre caminhar juntas. Com esta parceria, ganham a Prefeitura, a Faculdade e a comunidade”, avaliou a enfermeira e professora, Ângela Ferreira.

 
“O povo tem que se informar e esta é mais uma oportunidade”, comentou a empregada doméstica Silvana de Carvalho Hipólito, de 49 anos. “Um atendimento excelente, me explicaram tudo e aproveitei para fazer o teste”, elogiou a contadora Vilma Vidal Dias, de 58 anos. O Teste Rápido é um mecanismo de triagem, com resultado liberado em poucos minutos. Sendo positivo, a pessoa é encaminhada ao Programa DST/AIDS, para fazer exames comprobatórios. “A partir desta comprovação começa o tratamento. Para as gestantes, o tratamento já tem início imediato, com o resultado do teste de triagem. O parceiro desta gestante também precisa ser tratado, em caso de diagnóstico positivo”, finalizou Dirce.

 
Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita
A lei sancionada este ano instituiu o terceiro sábado de Outubro, como Dia Nacional de Combate à Sífilis e à Sífilis Congênita. No dia 21, a mesma ação realizada hoje será feita no Terminal de Linhas Urbanas, das 8h30 às 13h. O Programa Municipal DST/AIDS também realiza os testes de forma permanente. O atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h, no prédio da secretaria de Saúde, na esquina das Ruas Rio Grande do Sul com Pará. Além disso, as 36 UBSs – Unidades Básicas de Saúde fazem o teste rápido.

Tags: , ,

No comments yet.

Leave a Reply